C
CHECK OUT - Caixa registradora do supermercado. Finalização da compra do shopper.
CONSUMIDOR - É a pessoa que cria uma relação de consumo com o produto. Pesquisa, sabe da marca. Pode ou não ser o shopper. Tem a experiência de uso do produto.
CRM (Consumer Relationship Management) - É o canal de relacionamento institucional da empresa. A gestão da comunicação com os clientes e consumidores. Exemplo: database marketing, marketing direto, telemarketing, internet, call center, SAC, etc.
CROSS MERCHANDISING - Quando empresas diferentes fazem ações promocionais que agregam valor aos produtos, dando força para as ações conjuntas. As marcas e/ou produtos podem ser complementares, correlatas ou ter afinidades. Exemplo: farinha de trigo e fermento, macarrão e molho de tomate.
D
DOWN THE TRADE - Lojas de pequeno varejo.
G
GERENCIAMENTO DE CATEGORIAS - Processo de gerenciamento de produtos realizado entre indústria e o varejo. O objetivo é verificar as categorias como unidades estratégicas de negócio, retornando em lucros para as empresas. Em resumo, são planogramas que foram feitos após análises de comportamento de shoppers e estratégias de venda.
I
INSIGHT - É um efeito do merchandising. São ações que a marca promove para provocar o impulso da compra no shopper.
K
KEY ACCOUNT - Vendedor especializado que administra grandes clientes. Focado em maximizar o desempenho de vendas. Nomenclatura para classificar clientes de grandes redes. Exemplo: SBD, Carrefour, Wal Mart.
M
MERCHANDISING - Atividades e técnicas de vendas e comunicação desenvolvidas em um PDV. O objetivo é chamar a atenção do consumidor para um determinado produto e impulsioná-lo à compra.
MILLENNIALS - Conceito de novo shopper. Geração que cresceu no mundo digital e criou um outro relacionamento com os produtos. Valorizam mais o propósito do negócio do que o lucro.
N
NEUROMARKETING - Campo que estuda o comportamento do consumidor. Tem como objetivo entender as reações neurológicas (impulsos) que acontecem quando determinados gatilhos externos geram lógicas de consumo.
O
OMNI-CHANNEL - Conceito de estratégia da integração de canais que oferecem uma experiência on e offline para o consumidor ou shopper.
ORGANOGRAMA - Ferramenta organizacional para auxiliar no gerenciamento de categorias.
P
PLANOGRAMA - Demonstra o espaço e posição que os produtos devem ocupar nas gôndolas.
PLAYERS - São os envolvidos no processo do trade até chegar ao shopper: varejo, indústria, distribuidores e agências.
PONTO EXTRA - Local onde o produto é exposto de forma promocional (oferecendo vantagens aos consumidores) por tempo limitado. Funciona como um segundo local de exposição, além do espaço comum. Tem a intenção de aumentar a visibilidade do produto e alavancar as vendas.
PONTO FRIO - Locais no PDV com rendimento abaixo da média do estabelecimento e que geralmente escapa do fluxo normal da loja.
PONTO QUENTE - Locais no PDV em que a venda de qualquer produto exposto tem venda maior que a média em todo o estabelecimento.
PROMOTOR - Profissional designado para divulgar, demonstrar, expor, organizar, alocar e repor produtos dentro do estabelecimento comercial.
R
ROI - Sigla em inglês para Return on Investment. Em português significa Retorno sobre Investimento. Serve para mensurar resultados.
RUPTURA - Palavra que define alguma quebra no sistema de reposição do material. Quando o produto não está disponível para o shopper significa que houve algum problema de ruptura.
S
SAMPLING - Amostra de um determinado produto; o termo é muito usado para indicar ações de panfletagem.
SELL IN - Processo de venda do fabricante para o canal indireto (distribuidor ou revendedor) destinado a estoque.
SELL OUT - Está diretamente relacionado ao sell in. Significa que o produto que passou pelo processo de venda indireto foi comercializado para o cliente final.
SHOPPER - Quem compra o produto, normalmente é quem tem o poder de compra. Pode ou não ser o consumidor final.  Atenção - ver diferença entre shopper e consumidor.
SKU - É a especificação de uma linha de produtos dividido em supercategorias. Exemplo: Você separa uma linha de canetas em categorias: canetas azuis e canetas pretas. Depois, você subdivide os tipos: canetas azuis de ponta fina, canetas azuis de ponta grossa, canetas pretas de ponta fina e canetas pretas de ponta grossa. Esta subdivisão é o SKU.
T
TARGET - Público alvo. Situação a que se pretende atingir.
TURN OVER (giro) - Rotatividade de produto ou de pessoas.

360grausblog.com - Orgulhosamente criado por Fabiana Götz © 2016